SALVEMOS SÃO CONRADO

No ar há mais de 1 ano em Obras Públicas e Infraestrutura
Square_275315_100001694386320_1409234651_q
Fabrini Tapajós Tapajós
Cozinheiro
SALVEMOS SÃO CONRADO

São Conrado sofre há décadas com o descaso dos governantes em relação ao derramamento de esgoto no mar e nos últimos meses a situação está piorando absurdamente. Felizmente, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente afirmou que haverá a despoluição da praia. Mas, até agora, as obras não começaram e o projeto técnico completo de despoluição não foi sequer disponibilizado para a população. Sabemos que muitas vezes essas promessas não saem do papel.

Por isso, Precisamos ter acesso ao projeto técnico completo previsto para a despoluição da Praia de São Conrado, e garantir que as obras comecem imediatamente!

Temos várias linguas negras que invadem nossas areias em períodos de chuva, porém o que é mais revoltante é o despejo proposital de todo o esgoto produzido na Rocinha através de uma perfuração feita na rocha no canto esquerdo da praia, desde à época do governo Garotinho. Ele desviou uma língua negra que havia em frente ao Hotel Intercontinental e fez uma galeria que leva esse esgoto para o canto da praia. No mesmo período foi criada uma estação de tratamento que deveria tratar esse esgoto antes de chegar à praia, porém a "Rio Águas" que é responsável pela estação, não faz o seu trabalho e despeja todo o esgoto "in natura" através desta galeria.

Além deste problema, existe uma tubulação que margeia a Avenida Niemeyer - de responsabilidade da CEDAE - em estado extremamente precário, que leva parte do esgoto produzido no bairro de São Conrado para o emissário de Ipanema e que frequentemente se rompe, jogando esgoto também sem tratamento no costão da praia.

O Secretário Estadual do Ambiente, Sr. Carlos Minc criou a Lei 2661/96 de 27 de dezembro de 1996 que exige níveis mínimos de tratamento de esgotos sanitários, antes de seu lançamento em corpos d'água, de modo que não ofereça riscos à saúde humana e ao meio ambiente, porém o mesmo permite tal afronto por parte destas instituições e compactua com o descaso ao carioca e ao meio ambiente.

Sabemos que a promessa de despoluição da Praia de São Conrado já aconteceu muitas vezes no Rio. Só que dessa vez, não deixaremos a promessa ficar só no papel: Queremos acesso ao projeto técnico completo previsto para a despoluição da Praia de São Conrado, e o início imediato das obras, pois São Conrado não pode esperar!

Entenda mais sobre a campanha:

Veja a análise da qualidade da água das praias do Rio, feita pelo INEA

Deixe seu comentário